Universo Alien

Título: Universo Alien
Páginas: 320
Autor: Don Lincoln
Ano: 2017
Editora: Cultrix (cortesia do mesmo)
Adicionem: Skoob
Comprem: Amazon
Sinopse: Universo Alien é uma fusão clara e inspiradora de cultura pop e os últimos avanços científicos sobre as pesquisas e a provável existência de Alienígenas. Nesta obra cheia de ilustrações dos aliens mais icônicos de todos os tempos, o cientista Don Lincoln nos mostra como o imaginário popular, o cinema e a ciência concebem a possibilidade real da existência de seres alienígenas, numa genuína viagem no tempo, que revela a verdade por trás do fenômeno dos foo fighters durante a Segunda Guerra Mundial até as pesquisas e descobertas mais recentes da ciência sobre planetas extrassolares habitáveis e a possibilidade de contato com inteligências alienígenas.

Conheça Caraval, a próxima grande adaptação febre de Hollywood

Oie pessoal! Tudo bem com vocês?

Fiquei sabendo outro dia que esse livro seria adaptado para o cinema, para falar bem a verdade para vocês não apostei minhas fichas nessa obra, e olha que já li muita resenha positiva sobre ele, mas como uma boa curiosa que sou, irei esperar o filme sair se eu gostar leio o livro! (sou dessas, podem me julgar!) 

Quanto isso quem já leu, o que acharam da história e principalmente da novidade? Me contem! =D Recebi o artigo em parceria com a LC Agência de Comunicação

















Mistérios, mentiras, magias e abusos
Caraval, obra que em menos de 2 semanas do lançamento esgotou os estoques na Amazon e conquistou os leitores de mais de 28 países, chega ao Brasil pela Novo Conceito.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar, De Volta às Telonas por Daniel Bydlowski no jornal A Tarde

Oie pessoal! Tudo bem com vocês?

Quem aqui já foi assistir ao novo Homem - Aranha? O que acharam? Me contem, eu em breve vou trazer a resenha do filme para vocês, mas enquanto isso fiquem com o Artigo do cineasta Daniel Bydlowski para o jornal A Tarde!  

Texto recebido em parceria com a LC Agência de Comunicações! =D





















“Com um grande poder, sempre deve haver uma grande responsabilidade.”

Palavras de Rua

Título: Palavras de Rua
Páginas: 186
Autor: Felipe Saraiça (cortesia do mesmo)
Ano: 2016
Editora: Pendragon
Adicionem: Skoob
Comprem: Amazon
Sinopse: João saiu de casa ainda adolescente. Fugiu sem se despedir e sem muita coisa na mochila. Deixou para trás suas poucas lembranças, mas levou as marcas do passado e dos golpes que ainda doíam. Partiu sem rumo ou direção. Seguiu por ruas e estradas desconhecidas, até que seu corpo ficou exausto e teve que parar. Ali, dormiu olhando as estrelas em cama de concreto e cobertor de papelão. Acordou outro alguém; morador de rua, sem história, marginal. Tornou-se invisível. Passou a estender a mão e pedir moedas, mas receber em troca chicletes mastigados e olhares de desprezo. Porém, entre rostos desconhecidos e olhares vazios, ele também encontrou a bondade e abrigo daqueles que nada tem.

Quintologia Fatal Frame (parte 1): Fotografando fantasmas

Game: Fatal Frame
Data de lançamento: 13 de dezembro de 2001
Console: PlayStation 2, PlayStation 3, Xbox
Desenvolvedor: Tecmo
Distribuidora: Tecmo Entertainment
Classificação etária: Teen (13+)
Número de jogadores: 1
Gênero: Survival horror / Aventura

Sinopse: O aspirante a jornalista Mafuyu Hinasaki, decide ir investigar a Mansão Himuro, diz-se que é mal assombrado, a fim de procurar o renomado novelista Junsei Takamine, que desaparece dentro da mansão. Mafuyu leva consigo a câmera obscura, herança que possui da sua mãe, que é capaz de mostrar o que os olhos não podem ver, porém a presença de Mafuyu desperta os espíritos que lá viviam e morreram.
Ao não retorno de Mafuyu, faz com que sua irmã mais nova Miku Hinasaki, vá até a Mansão Himuro atrás do irmão. Ao adentrar a mansão Miku presente os espíritos presentes lá, encontrando a câmera que Mafuyu tinha levado, Miku decide ir mais fundo na mansão no desejo de socorrer o irmão. Mas lá ela descobre que havia rituais de sacrifícios, um horrível ritual de estrangulamento, que deu errado e acabou matando os que ali viviam.