A Viajante do Tempo

Título: A Viajante do Tempo
Série: Outlander
Volume: 1
Páginas: 800
Autor: Diana Gabaldon
Ano: 2014
Editora: Arqueiro (cortesia da mesma)
Compre: Submarino - Americanas - Saraiva 
Adicionem: Skoob
Sinopse: Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros. Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?

Oie pessoal!

Hoje trago a resenha do livro Outlander: A Viajante do Tempo, da autora Diana Gabaldon, lançado pela editora Saída de Emergência Brasil, cortesia da mesma.

Bom posso garantir quem em suas 799 páginas não são o suficiente para saciar nossa curiosidade e muito menos nosso vício em livros!

Mas para a nossa alegria e alívio se não estou enganada esse livro faz parte de um a trilogia o que significa que temos mais dois livros para devorar!

O livro, acho que alguns já devem conhecer ou já devem ter lido também, mas do mesmo jeito vou contar um pouco da história espero que amem ele tanto quanto eu!

A história se passa em dois tempos, uma no presente e a outra no passado, ela conta a história de Claire, uma enfermeira da grande guerra que após ficar seis anos – ou oito (não lembro certo – que feio!- risos) longe de seu marido Frank, eles decidem por fazerem uma viajem para a Escócia, mas parece que nem tudo ocorre como o planejado.

Claire é transportada para a antiga Escócia, onde os homens ainda usavam Kilts, e seus costumes eram outros!

Lá Claire descobrirá qual é o seu verdadeiro futuro, e conhecerá seu verdadeiro amor, e como diz a frase de efeito do livro: E se o seu futuro fosse o passado?

Descobriremos nesse livro muitos significados para as palavras: amor, família, companheirismo e sinceridade.

Amei ler esse livro, pois somos apresentados a um país de culturas diferentes, de épocas diferentes, e com ele aprendemos muitas coisas.

A autora segue aquela narrativa lenta, mas rápida ao mesmo tempo, ela muitas vezes diversifica sua narrativa entre uma cena e outra, por exemplo, quando era uma cena de ação ela narrava mais rapidamente, e quando era uma descrição de algo ou de algum costume ela narrava mais lentamente.

Ah algo que é bom citar é que o livro tem mais “texto” do que diálogos, mas esses “textos” são muito bons, pois nos apresentam como era as coisas antigamente, o que eles faziam, quais eram as suas leis, e os casamentos esse achei muito interessante, e algo engraçado dos Escoceses é que por mais que muitos digam que não é o Kilt não passa de uma saia! – risos – só a única coisa um pouco estranha de se acostumar é que eles não usavam nada por baixo, era só o Kilt e eles!

Enfim, não tenho muito que falar desse livro, pois quanto mais eu citar sobre os acontecimentos do livro, mais spoilers soltarei! – risos!

Espero que amem esse livro tanto quanto eu, pois ele tem tudo para virar um Best-Seller!

Até uma próxima,

Bjs, Nay =D