Perdido em Marte

Título: Perdido 
Páginas: 336
Autor: Andy Weir
Ano: 2014
Editora: Arqueiro (cortesia da mesma)
Compre: Submarino - Americanas - Saraiva 
Adicionem: Skoob 
Sinopse: Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico e um senso de humor inabalável , ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência. Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.

Oie, Pessoal! Tudo bem?

Hoje trago a resenha do livro Perdido em Marte, do autor Andy Weir, lançado pela editora Arqueiro, cortesia da mesma.

Bom sou fã de Ficção Cientifica, não leio muito, mas quando leio não há quem me tire do livro.

Perdidos em Marte, conta a história de um astronauta que acaba ficando preso em Marte.

De um jeito divertido, esse personagem nos conta sua história, de como ele sobreviveu no planeta vermelho. Como que ele se alimentou, plantou as tais batatas em marte etc.

Posso garantir que é um livro muito divertido de se acompanhar, o autor tem uma narrativa muito boa também, mas eu a achei um pouco lenta em relação ao gênero.

O autor tem um jeito maravilhoso de nos convencer que tudo que o personagem principal Mark Watney em Marte é possível. Como a parte em que ele planta as batatas para se sustentar como citei acima.

O autor também usa bastantes termos científicos, que aos poucos ele vai explicando todos, deixando-nos a par de muitas coisas que não conhecíamos e de outras que tínhamos uma idéia de como era, mas não sabíamos completamente.

Enfim o que posso falar mais e que por algum motivo desconhecido esse livro foi lido por mais homens do que mulheres, sinceramente, não sei por que, se por causa da trama dele, que envolve mais coisas cientificas com alguns pontos filosóficos – quase nada – ou por que não é algo que muitas se interessam.

Só sei que mais da metade das resenhas que eu li sobre esse livro tanto em blogs quanto no skoob foram masculinas!

Espero que a minha esteja boa! Sou quase uma principiante nesse mundo da Ficção Cientifica! – risos.

Enfim, pessoal espero que amem esse livro por que ele está sendo muito bem elogiado e vai virar filme também! E se divirtam lendo ele tanto quanto eu!

Até uma próxima,

Bjs, Nay =D

11 comentários:

  1. O pessoal tá seguindo muito essa linha para filmes, não é? E acho que funciona melhor no cinema do que em livros.
    Eu amo ficção científica, mas confesso que as resenhas no Goodreads desse livro me deixaram meio triste. Não falaram que o livro era ruim, só que ele era monótono e que as vezes cansava, principalmente por ser com um personagem apenas.
    Mas, talvez eu ainda pegue para ler.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Um bom argumento, que nos convença, pode ajudar a vender a lua! Ou Marte, nesse caso. hehe Esse gênero é bacana e faz a gente ter a sensação de que, além de se entreter, estamos aprendendo junto. Termos científicos viram música aos nossos ouvidos quando a trama é envolvente. Boa dica!

    Beijo, beijo - http://megsarmybookclub.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nay, a resenha ficou muito bacana!
    E acho mais legal ainda você notar a questão do gênero nas resenhas, acredito que isso possa mudar com o tempo.
    O livro parece interessante, vou dar uma pesquisada sobre ele!
    Beijos e boas festas!

    ResponderExcluir
  4. Uau, Nay. Eu vi esse livro na época dos lançamentos e fiquei desejando ler. Também gosto muito de ficção científica e leio pouco, mas sou igualzinha a você: quando começa... Ninguém segura mesmo haha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher, kit de marcadores e 3 ganhadores.

    ResponderExcluir
  5. Bem, eu gosto muito de filmes sobre ficção cientifica mais nunca li nada nesse tema, quem sabee... kk'

    Resenha do livro do Max
    http://www.byanak.com.br/2014/08/deus-esta-no-controle-max-lucado.html

    ResponderExcluir
  6. Ficção é a minha praia, Marte me deixa traumatizado depois dos Ice Warriors de Doctor Who kkk
    Adorei a resenha, logo lerei.

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Gosto de livros desse gênero, ainda mais por incluir Marte! aushaush Vou adiciona-lo a minha lista de desejados.

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Que legal, nunca li nada de Ficção Científica mas esse parece bem legal e deve ensinar de uma forma bem divertida várias coisas :D
    Beijoos,
    setimaondaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nay, tudo bem?
    Acho que faz um bom tempo que não leio um livro desse gênero. E se eu visse esse livro em uma livraria, nunca imaginaria que ele pode ser divertido ahaha
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá Nay, tudo bem???
    Gosto de livros de ficção, e faz tempo que não leio um desses. Com certeza vou incluir na minha lista para 2015. Obrigada pela dica!!!
    Bjus.

    ResponderExcluir
  11. Muito show...não sabia que iria virar filme. Me interessei por esse livro desde que vi o lançamento. Quero ler...
    Beijos!
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir