Minha Vida Mora ao Lado

Título: Minha Vida Mora ao Lado
Páginas: 320
Autor: Huntley Fitzpatrick
Ano: 2015
Editora: Valentina (cortesia da mesma)
Compre: Submarino - Americanas - Saraiva 
Adicionem: Skoob
Sinopse: Minha mãe nunca ficou sabendo de uma coisa, algo que ela reprovaria radicalmente: eu observava os Garrett. O tempo todo.” Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade. E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser da família. Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e... Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando. Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe. Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios? Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?

Oie pessoal! Tudo bem?

Hoje trago a resenha do livro Minha Vida Mora ao Lado, da autora Huntley Fitzpatrick, lançado pela editora Valentina, cortesia da mesma.

Por onde começar? Bem talvez por algo simples, como por exemplo, que eu ainda descobrirei se a Huntley tem parentesco com a Becca (autora de Sussuro), pois seus sobrenomes são os mesmos. (risos)

Ou pela parte que terei que parar de julgar os livros por: capa, sinopse e titulo, pois quase pela segunda vez consecutiva perdi uma grande história por um julgamento equivocado.

Ah sim e para terminar a parte simples: achei um novo marido literário: Jesse <3

Então vamos agora para a parte complicada... EU AMEI DEMAIS ESSE LIVRO!

Então tentarei ao máximo não soltar nenhum spoiler... O livro conta a história de duas famílias, uma completamente diferente da outra.

Uma barulhenta e cheia de filhos, a outra seguindo regras rígidas e de mãe solteira com duas filhas.

Ah e detalhe importante às duas famílias são vizinhas... Acredito que aqui todos sabem como é ter vizinhos completamente diferentes de nós certos?

A Família Reed é de regras rígidas, a mãe é deputada e não admite que sua família se envolva com os Garrett, pelo simples fato deles serem parecidos com a família de seu ex, e não seguirem as normas adequadas de uma sociedade, na opinião dela é claro.

Já os Garrett com sua família enorme, vivem normalmente com regras e ensinamentos é claro, mas cada um ajudando e vivendo suas vidas como podem.

Cada um deles toca um instrumento, fazem faculdade ou estudam alguns no médio e outros no fundamental e é claro os mais velhos trabalham.

Se me perguntassem qual família eu gostaria de pertencer, com toda certeza eu diria a dos Garrett, eles podem ser irmãos, mas cada um deles tem uma personalidade própria, alguns com pensamentos iguais aos dos outros, outros com pensamentos diferentes que às vezes não nego gera atritos na família. Mas acima de tudo eles vivem em harmonia!

Mas passando para a história e resenha em si, acredito que vocês já tiveram uma pequena amostra de como são as duas famílias.

O livro em si conta a história de Samantha Reed, uma adolescente que está descobrindo a vida agora, primeiro amor, trabalho, faculdade, segredos de pessoas próximas a si e...seus sentimentos por Jesse Garrett.

Sam sempre observou Os Garrett, e por consequência sem que ela soubesse também era observada por um Garrett em especial.

Certa noite em que Sam estava observando as estrelas, ela escuta um barulho vindo do seu lado e para a sua surpresa um Garret está subindo pela treliça da sua sacada.

E é ai que a vida dos dois muda completamente, a amizade foi crescendo e se tornou algo mais.

O livro mostra varias situações do nosso dia a dia, pessoas que consideramos amigos, mas que na realidade não nos querem bem.

Amigos que se perderam nas drogas, mas que com muita força de vontade vão dando a volta por cima.

Primeira paixão e a primeira vez (se é que me entendem (risos), ex-namorados malucos.

Responsabilidades escolares e no trabalho, e a parte em que sua mãe arranja um novo namorado e nada nele cheira bem.

A autora não deixa nenhum nó solto, ela vai narrando e com o passar do tempo, vamos descobrindo novas coisas, ou enxergando-as juntamente com a nossa personagem principal.

Uma cena que amei acompanhar foi a da primeira vez dela, Sam nos descreve o que está sentindo, e faz comparações com filmes e livros que lemos, onde neles tudo é perfeito, mas que na realidade não é bem assim.

E uma frase que ela cita é: Nem todas as cenas de cinema, seria tão perfeita quanto a que estou tendo com Jesse.

Bom, acredito que todas aqui desejam isso para si mesma certo? Desejam ou desejaram e já passaram, o livro mostra bem aquela frase: A primeira vez sempre marca. E com certeza todas nós desejamos que marque de um jeito muito bom...

A narrativa da autora é muito boa, leve e por assim dizer tranquila, é o tipo de livro para ler após um longo dia de trabalho ou estudos, para dar uma boa relaxada sabem?

Pois, podem ter certeza que no momento em que começarmos a lê-lo vai ser difícil larga-lo novamente.

Eu amei cada página desse livro, o final bom esse é bem complicado para os personagens, pois muitas reviravoltas acontecem, descobertas que mudaram a vida deles por completo.

Mas acreditem, cada página nova, cada capitulo nos mostra e nos ensina algo, nos faz pensar nas pessoas que temos a nossa volta, no que fazemos no dia a dia, e nos faz refletir se aquilo que nossos pais desejam para nos é realmente o melhor para nos, ou o melhor para eles?

Ou se aquilo que mais desejamos no momento nos levara a um futuro bom, ou acabara que no fim teremos grandes decepções e aprendizagem?

Enfim, espero que gostem desse livro tanto quanto eu o amei, e que ja leu a continuação por favor me contem sem muitos spoiler é claro se o livro é tão bom quanto esse! =D

Até a próxima galera!

Bjss, Nay =D