Para Sempre Minha

Título: Para Sempre Minha
Série: Rosemary Beach
Volume: 9
Páginas: 256
Autor: Abbi Glines
Ano: 2016
Editora: Arqueiro (cortesia da mesma)
Compre: Submarino Americanas - Saraiva 
Adicionem: Skoob
Sinopse: Alguns dos jovens de Rosemary Beach consideram Tripp Newark um herói. Há oito anos, ele abandonou uma vida meticulosamente planejada pelos pais para conquistar a independência. Pilotando sua Harley, Tripp desapareceu da cidade para viajar pelo mundo. E essa decisão o fez perder muito mais do que os milhões que herdaria. Bethy Lowry está vivendo o pior momento de sua vida. Há um ano e meio, Jace, seu namorado, morreu afogado ao salvá-la de uma forte correnteza. Sofrendo um período turbulento e ainda consumida pela culpa, ela vive sua rotina de maneira automática, com a certeza de que nunca mais voltará a amar. No entanto, sua vida está prestes a mudar. Quando tinha apenas 16 anos, Bethy teve um tórrido romance com Tripp, que é primo de Jace. Esse segredo continuaria enterrado para sempre se não fosse por um detalhe: Tripp Newark está de volta e determinado a reconquistá-la. Na série Perfeição, você conheceu o anjo da guarda de Della e sentiu a dor da perda de Bethy. Agora, Abbi Glines reúne esse surpreendente casal para mostrar que nunca é tarde demais para reviver uma paixão.

Oie pessoal! Tudo bem com vocês?

Hoje trago a resenha do livro Para Sempre Minha, primeiramente ela foi postada no Instagram, e hoje trago aqui para vocês espero que gostem!

Como vocês devem ter reparado sou apaixonada por essa série de Rosemary Beach e que por loucura minha estou trazendo as resenhas bem fora de ordem para vocês (risos), espero que não se importem! 

Nesse livro encontramos a história do Tripp e da Bethy, acredito que alguns de vocês já conhecem os personagens, mas vou dar uma pequena apresentada para vocês sobre eles.

Bethy sempre morou e trabalhou em Rosemary Beach, obviamente que na parte mais pobre da cidade, pois nunca teve condições de vida realmente boa, sempre batalhou por tudo o que queria.

Tripp fui conhecer ele no segundo livro da Della e do Woods, se não estou enganada. Era ele que cuidava da Della quando ela foi embora e sempre mantinha Woods informado.

Sempre foi um bom amigo e conselheiro, mas sua vida sempre foi um mistério, do porque ele viver viajando, de onde vinha seu dinheiro e quem ele era realmente.

Até que ele voltou para Rosemary e a autora começou a nos dar pistas sobre quem ele era, e que aparentemente ele e a Bethy já se conheciam.

Deu o maior rolo da história literária a volta dele para a praia, mas qualquer um ficava com uma pulga atrás da orelha sobre o porque de tudo até esse livro.

Aqui a gente descobre que nossos personagens principais já se conheciam e tinham uma história no passado.

Foi uma história bonita e triste ao mesmo tempo, Tripp sempre se reservou em relação a Bethy por ela ser menor de idade, ele não queria se incomodar mas ao mesmo tempo queria muito ficar com ela.

Acompanhando a história desses dois, notamos que é mais fácil um personagem fictício ter a cabeça no lugar, ser mais maduro que um ser humano de carne e osso.

Quem em sã consciência de carne e osso pensaria nos problemas que se relacionar com uma pessoa menor de idade causaria? Até hoje não encontrei ninguém assim...

Mas o mais triste dessa história não é essa parte, pois aos poucos eles vão se rendendo e se apaixonando cada vez mais e quando um se entrega para o outro foi muito perfeito, pois notava-se que eles estavam felizes.

Só que o problema estava na família do Tripp, eles queriam uma coisa para a vida dele e ele outra (aquele clássico momento que os pais acham que sabem o que é o melhor sempre para a vida dos filhos) e ele toma uma decisão súbita de fugir.

Ele tinha planos de voltar quando a Bethy completasse 18 anos para que ela fosse embora com ele, mas infelizmente as cosias não aconteceram desse jeito e para piorar ainda mais a situação deles.

Bethy engravidou e estava sozinha no mundo novamente, o pai ela não podia contar só tinha a tia que a amparou e a ampara sempre que precisa.

Só um acontecimento traumático, mudou completamente a visão e o estilo de vida dela, não se reconhecia mais ela, aquela jovem brilhante e tímida por quem o Tripp havia se apaixonado.

Ela acreditava que não merecia mais nada da vida, por causa do que ela acreditava ter feito com o seu filho e quando vimos e a conhecemos de primeira nos outros livros, encontramos uma jovem sem amor a própria vida, que ficava e dormia com os associados do clube até Jace chegar em sua vida e partir também dela levando novamente uma parte da nossa personagem.

Quando todos os leitores dessa série pensavam que enfim a Bethy tinha encontrado seu rumo na vida novamente, as coisas acabam mal e é ai que entra o Tripp novamente em sua vida.

Ele está concentrado em reconquistar o amor e a confiança da única mulher que ele amou, e não medirá esforços para isso acontecer.

Eu desde que comecei a ler essa série tinha um personagem favorito, que torci muito por ele e pela história dele, mas quando encontrei o Tripp e sua história, foi impossível não ama-lo também.

Tripp sempre cuidou da Bethy mesmo ela não querendo e sempre o afastando dela, ele fazia tudo por ela e pelo bem estar dela.

Só de ficar perto dela, ou seja, do outro lado da rua do apartamento dela, ele já se sentia vivo e feliz novamente.

Quanto mais a gente acompanhava a história desse casal, mais torcíamos por eles e mais o conhecíamos.

Nesse livro descobrimos o que realmente aconteceu com a Bethy no passado e não aquilo que acreditava que tinha acontecido.

Descobrimos de onde vem o dinheiro do Tripp e principalmente enxergamos o que um homem, ou até mesmo uma mulher apaixonada/o faz para ter seu amor de volta.

Eu ria, chorava, me descabelava e falava com o livro como se os personagens fossem me escutar, eu queria tanto que chegasse ao desfecho, que o sofrimento deles passasse que quando eu cheguei no final do livro, soltei um suspiro de satisfação.

As coisas enfim dariam certo, depois de tanto sofrimento eles enfim seriam felizes! Mas não pensem que isso foi fácil, o Tripp sofreu para reconquistar seu amor.

A Bethy não era mais a mesma, o tempo havia passado e eles não eram mais adolescentes imaturos, eram dois adultos que tinham que lidar com seus problemas diariamente.

Foi encantador acompanhar a história deles, como tivemos relances do passado deles tanto nos outros livros como nesse mesmo, vemos como e quanto os dois haviam amadurecidos.

E como sempre também tivemos um pouco da vida dos outros personagens, recebemos uma notícia linda do Woods e da Della, vimos como os outros casais estavam ainda mais unidos etc.

Enfim como todo sabem sou suspeita para falar dessa série de livros, amo cada um deles e aprendo cada dia mais com eles também, e nesse livro reafirmo aquilo que vivo dizendo aqui: Um amor verdadeiro supera todos os obstáculos para no final viverem felizes!

Espero que tenham gostado da dica de hoje, sei que essa resenha saiu bastante com a história do livro, mas saibam que por mais que eu não tenha falado tanto a minha opinião, o livro foi maravilhoso em todos os sentidos.

Tanto na superação pessoal de cada personagem, como na superação conjunta deles. Por mais que a reconquista tenha sido difícil no final o futuro lhes mostraria que tudo pelo o que eles passaram valeria a pena, seria mais um ensinamento para eles!

Até a próxima galera! Quem já leu esse livro me contem o que acharam!

Bjss, Nay =D