Goosebumps: Monstros e Arrepios

Título: Goosebumps: Monstros e Arrepios
Título Original: Goosebumps
Dirigido por: Rob Letterman
Distribuidor: Sony Pictures
Ano de produção: 2015
Estreia: 22 de Outubro de 2015
Duração: 1 hora e 44 minutos
Classificação: 10 anos
Gêneros: Aventura, Comédia e Terror
Países de Origem: Estados Unidos da América 
Sinopse: O jovem Zach Cooper (Dylan Minnette) se muda de Nova York para uma cidade pequena dos Estados Unidos, para onde a mãe é transferida. Lá, eles passam a morar na casa ao lado da de Hannah (Odeya Rush) – por quem o adolescente se apaixona – e o pai, o ranzinza R. L. Stine (Jack Black). Depois de escutar gritos vindo da propriedade ao lado, Zach invade a residência com a ajuda do medroso colega Champ (Ryan Lee) e acaba, acidentalmente, abrindo um dos livros e, consequentemente, dando início à libertação de todos os monstros criados por Stine. Juntos, eles terão que mandar as criaturas de volta para as prateleiras.

Oie pessoal! Tudo bem com vocês?

Por algum motivo louco, nesse mês de Março me animei para assistir filmes! Como a criança aqui não faz nada da vida – infelizmente - partiu assistir alguns e trazer as resenhas aqui para vocês!

O primeiro filme escolhido do mês foi: Goosebumps Monstros e Arrepios, ainda me lembro da época de lançamento dele, qualquer blog que eu entrava estavam falando dele, não lembro se eram criticas positivas ou negativas, só sei que infelizmente não pude assistir ele no cinema.

Mas passaram-se dois anos e consegui assistir ao filme, graças a uma amiga minha que tem a pequena mania de fazer o rancho de filmes nas Black Friday e consequentemente tem uma amiga (eu) espaçosa que toda vez que vai a casa dela faz o rancho de DVD’s emprestados! (risos).

O filme como todos devem imaginar ou saber é baseado nas histórias de R.L.Stine que lançou mais ou menos 72 livros sobre o título Goosebumps, aqui no Brasil quem lançou alguns livros da série foi a Editora Fundamento.

Eu como leitora nunca senti vontade de realizar a leitura desses livros, todavia após assistir ao filme umas quinhentas vezes (dramática que só eu), fiquei com a curiosidade a flor da pele, ou seja, no que eu tiver a oportunidade irei ler eles!

Goosebumps Monstros e Arrepios conta a história de quatro personagens principais (no meu ponto de vista) o de Zach Cooper que se muda de Nova Iorque para uma cidade pequena do interior dos Estados Unidos da America e ironicamente bem para o lado da casa de Hannah.

Esta que é filha de ninguém mais e ninguém menos de R.L.Stine o famoso escritor da série Goosebumps, mas detalhe importante ninguém sabe quem ele é de verdade. 

E de Champ, amigo de Zach que teve a infeliz ideia de fazer amizade com o nosso personagem principal e acaba metido em uma grande encrenca.

Vamos falar um pouco dos personagens em si primeiro, e depois seguirei para o filme e o que achei do mesmo.

Zach como falei acima se muda de Nova Iorque para uma pequena cidade do interior, após a morte de seu pai ele se fechou para o mundo, sem amigos a nova cidade e consequentemente a nova escola é a oportunidade perfeita para que ele recomece sua vida do zero juntamente com sua mãe.

Ele só não contava nesse meio tempo em se apaixonar pela sua vizinha e viver algumas experiências fora da realidade com ela e seu amigo.

Hannah é filha do famoso escritor R.L.Stine, todavia vive trancafiada dentro de casa, sem amigos e sem ir à escola e por algum motivo doido resolve conversar com Zach.

Sabem dois personagens que tem uma química já na primeira vista e que se dão muito bem de cara? É esses dois, Zach fica com um pé atrás em relação à nova vizinha, e foi isso que mais gostei dele.

O personagem saiu do típico garoto que não pensa nas consequências, muito pelo contrário ele sai sim com a Hannah, se interessa por ela, mas acima de tudo fica de olho nas coisas e se é realmente aquilo que quer etc.

Hannah é uma incógnita desde o inicio, principalmente pelo motivo de ela não ir para a escola, que com o passar do filme vamos entendendo isso um pouco melhor, ela é uma garota bastante divertida e nem um pouco tímida.

Ela sabe do que gosta, sabe da verdade e detalhe importante não se importa e acima de tudo sabe o que quer e cuida do pai às vezes mesmo não concordando com ele!

Champ, nosso personagem sem desconfiometro e que faz tudo errado na hora errada, é aquele que nos faz rir nas situações mais inusitadas do filme, típico personagem que não tem amigos na escola, que é ignorado por todos, mas que do mesmo jeito se mantém confiante e com a cabeça erguida.

E nosso querido R.L.Stine, deixei ele por último, mas o considero o mais importante, acredito que esse personagem é o ponto principal não do filme, mas do SER escritor.

Ele foi um adolescente sozinho, afastado do mundo e que sofreu muito na mão das outras pessoas e por esse motivo encontrou refugiu nas palavras, acho que como todos nós aqui certo?

Gostei muito de conhecer um pouco mais a fundo do personagem e principalmente da sua história, e é nesse ponto que vamos nos aprofundando no filme em si.

Com um passado complicado, nosso querido escritor começou a escrever seus livros, seus personagens a criar suas histórias, como ele mesmo disse: criei meus próprios amigos: lobisomens, zumbis, demônios, tudo que poderia haver de ruim e para assustar os outros.

Só que as coisas saíram do controle, o que era para ser apenas fictício se tornou real e é nessa parte que entra uma frase que amo demais:
“Cuidado com o que Desejas...”
Quem aqui nunca desejou que algum personagem fosse real? Que aquele cara gato saísse do livro (para as meninas), ou aquela personagem linda viesse para as nossas vidas (para os meninos)? 

Pois é, todo mundo certo? Então pensem no quão maravilhosamente desastroso isso poderia ser, se os personagens do R.L.Stine viessem à tona?

Pensaram? Multipliquem por mil, que vai ser o resultado! (risos)

Sério, esse filme se não fosse tão engraçado seria muito assustador, no momento que o Zach abriu um dos livros, o caos foi instaurado.

Eu não sabia se me assustava se ria ou se fazia as duas coisas ao mesmo tempo, as partes engraçadas ficavam por conta do Champ, as sinistras e assustadoras por conta dos monstros do R.L.Stine.

É um filme que mescla comédia, aventura e terror, e não nego que a comédia vence, não sei quantas vezes ri em momentos inapropriados por causa do Champ. 

Pensem: vocês estão fugindo de um lobisomem, não podem fazer barulho senão ele virá atrás de você, o que o Champ faz? 

Vai lá e abre um refrigerante, sabem aquele barulhinho do gás saindo da garrafa? Pois é, aquilo atrai o lobisomem para você, mas ele não pensou nisso, acho que sei lá, teve um espasmo do susto e abriu aquela garrafa na hora errada. (risos)

Mas o mais arriado de tudo é que ele podia ter aberto ela em qualquer momento, mas não ele escolheu exatamente o impróprio para abri-la.

Ou quando o R.L.Stine ficou preso em um portão e ele grita: podem ir, se salvem vou ficar bem.

O certo a fazer é ficar e ajudar ele certo? Mesmo correndo perigo, novamente o que o Champ faz? Sai correndo e gritando igual a um doido e deixa o escritor para trás. (risos)

Era dessas para pior que ele aprontava, uma atrás da outra e foram esses toques cômicos que fizeram com que o filme, pudesse ser assistido por qualquer um, até mesmo por alguém que morre de medo de filmes de terror como eu! 

Os atores interpretaram muito bem seus papeis, Jack Black então nem se fala, víamos no decorrer do filme aquele toque próprio do ator, aquele caminhar superior que quando vemos está indo água abaixo porque algo o assustou etc.

Dylan Minnette nosso ator que interpretou nosso personagem principal, me surpreendeu bastante, já havia assistido a um filme com ele e Dylan saiu de um coadjuvante para o principal e o quanto ele cresceu como ator é bem nítido.

A atriz que interpretou a Hannah, Odeya Rush não me é estranha acredito já ter assistido a algum filme, ou algo do gênero com ela, mas não lembro agora, a atuação dela também foi muito boa, uma cena achei que ela foi um pouco forçada, mas de resto Odeya foi muito boa.

Ryan Lee por outro lado, foi completamente novo para mim, o ator interpretou muito bem o Champ, entrou no personagem desastrado e foi fantástico!

Principalmente quando ele grita: Eu li o que aconteceu em Pasadena, não é brincadeira meu! 

Aquela cara de: ele está louco! Ele vai morrer, com um misto de não acredito nisso e indo atrás do amigo, foi muito show.

Ah uma coisa, ou melhor, duas antes que eu me esqueça, R.L.Stine é o típico autor que com certeza todo mundo se identificaria: aquele cara que tem uma ideia genial para um novo livro ou titulo na pior hora existente, ou que defende seus livros com unhas e dentes, enfim como podem ter notado ele se tornou meu queridinho do filme.

Outra coisa é o quão bem feito esse filme foi produzido, os efeitos especiais em nenhum momento deixaram a desejar, por mais que Goosebumps tenha sido baseado nos livros do autor, ele não foca nisso e sim no que aconteceria se os personagens criassem vidas próprias e Pappy nos prova que nada de bom vem disso.

Ele nos mostra que ás vezes a ajuda vem de pessoas inesperadas, o quão forte uma amizade pode se tornar e principalmente nos ensinar a ter cuidado com o que desejamos!

Ainda não assisti nenhum outro filme que tenha sido baseado nas obras de R.L.Stine, mas com certeza quero assistir para ter uma ideia mais ampla das adaptações. 

Acredito que eu tenha feito uma ótima escolha para o primeiro filme para o mês, espero que tenham gostado da dica!

Quem aqui já assistiu me contem o que acharam quem ainda não assistiu corram e não percam mais tempo!

É um filme para se assistir mil vezes seguidas, que nunca perderá a graça ou os sustos! (risos)

Abaixo deixo o trailer legendado do filme (o dublado é muito bugado (risos) e quem tiver a oportunidade de assistir ao DVD, não se esqueçam de olhar o Bônus chamado: Sobrevivendo a uma Criatura Goosebumps, vocês vão rir muito e aprender muitas coisas! 



Espero que tenham gostado, até a próxima galera!

Bjss, Nay =D