Uma Vez Você, Uma Vez Eu

Título: Uma Vez Você, Uma Vez Eu
Páginas: 184
Autor: Diego Martello (cortesia do mesmo)
Ano: 2015
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira 
Compre: Submarino Americanas - Saraiva 
Adicionem: Skoob
Sinopse: Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles. Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.

Oie pessoal! Tudo bem com vocês?

Hoje (sábado) estou postando o post atrasado de quinta-feira, ou seja, a resenha do livro Uma Vez Você, Uma Vez Eu, do autor parceiro do blog Diego Martello, espero que gostem e domingo posto o post atrasado de sexta-feira! (risos) tirando o atrasado da semana no fim de semana u.u

Sabem aquela frase: não importa o tamanho, mas sim o conteúdo? Pois é, ela se aplica totalmente a este livro.

Em cento e oitenta e quatro páginas, o autor conseguiu nos passar grandes lições de vida e principalmente nos apresenta uma história muito bem desenvolvida e planejada.

Na obra encontramos uma narrativa em primeira pessoa do nosso personagem principal William que para quem enxerga de fora tem uma vida muito boa, mas só quem a vive dia a dia, sabe das dificuldades que ele passa.

Ele pode ser muito bem de vida profissionalmente, mas por duas pequenas coisas sua vida não é tão perfeita quanto parece.

Para começar infelizmente sua mulher Eva não consegue ter filhos, e para terminar William não consegue se reconciliar com seu pai Marcus.

Uma Vez Você, Uma Vez Eu, não é a típica escolha que eu faria de leitura, principalmente por ter um embasamento realístico, sou mais da boa e velha fantasia.

Entretanto me surpreendi bastante com a leitura dessa obra, pois me identifiquei com um fato apresentado nela, falar sobre reconciliação é fácil, mas nem sempre é tão fácil assim colocar isso em prática.

São muitas emoções e sentimentos que envolvem isso, mas neste livro o foco em si é mostrar que juntos superamos as coisas mais facilmente.

Nós seres humanos, pensantes... temos aquela pequena mania de tentar resolver todos nossos problemas imediatamente, e como bem sabemos isso não dá tão certo quanto gostaríamos.

E o autor nos mostra isso, pela visão e pensamentos dos personagens que encontramos na obra, cada qual tem seus porquês, suas tentativas e vidas, mas que em todo o desenrolar suas histórias estão interligadas.

Senti muitas coisas realizando a leitura desse livro, pois baseados na vida e nos acontecimentos do William, de seu pai e de sua mulher, moldamos e enxergamos nossa própria vida, nossos próprios erros, problemas e principalmente aquilo que acredito que o autor mais queria frisar é como resolvermos os problemas que encontramos.

É o tipo de leitura, de livro e de história que não tenho muito que falar, pois cada um de nós leitores e apreciadores da vida iremos nos identificar, gostar ou não da leitura de um jeito único, próprio.

Cada um de nós lendo essa história tiramos alguma coisa de boa dela, algum ensinamento, algo que faça com que enxerguemos a vida de um jeito diferente.

Li várias resenhas e opiniões sobre esse livro antes mesmo de realizar a leitura dele, tinha uma pequena noção do que encontraria em seu enredo, mas não contava em me emocionar e aprender tantas coisas com a leitura dele.

Como eu disse, não tenho muito que dizer dessa leitura, somente que leiam e tirem suas próprias conclusões, mas podem ter certeza irão se surpreender e se emocionar muito com o final da história.

William percorre um caminho longo, lutando contra suas dificuldades na vida pessoal, mas no final junto de quem ele ama, a superação de tudo veio como consequência, um presente a tudo que ele aprendeu e vivenciou pelo caminho!

Espero que tenham gostado da dica de hoje, que leiam e se surpreendam com essa obra, tenho uma pequena sensação que o autor escreveu um autoajuda, mesclado com romance e como resultado nos presenteou com essa história inovadora e única.

Duvido que alguém que já realizou a leitura dessa obra não tenha se emocionado com ela, ou aprendido alguma coisa com os erros e acertos de nossos personagens principais!

Por isso com certeza indico essa leitura, mas que a realizem no momento certo, que batam o olho no título e pensem: é a leitura que estou procurando, pois assim terão resultados positivos com ela.

Quem já leu me contem o que acharam da história e quem ainda não leu, falo novamente: leiam vocês irão se emocionar e aprender muita coisa durante a leitura!

Até a próxima galera, mil desculpas pelo atraso e por ela ter saído pequena, mas espero que pelo pouco que falei que eu tenha conseguido despertar o interesse de vocês nela!

Bjss, Nay =D

9 comentários:

  1. Não conhecia nem o autor, nem a obra. Fiquei um pouco com o pé atrás quando disse sobre parecer ser um livro de autoajuda misturado com romance, ao mesmo tempo que me interessou a premissa da história (que parece ser bastante diferente do que tanto tenho lido e visto). Irei buscar conhecer mais sobre a obra.
    Ótima resenha!

    Abraços

    http://ultimasfolhasdooutono.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Não conhecia o livro é nem o autor, mas já me encantei pela história. Adoro livros que nos trazem algum tipo de ensinamento e de quebra, muita emoção. Parece ser esse o caso. Dica mais que anotada.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    tudo bem?
    Nunca tinha ouvindo falar sobre este livro mais confesso que não fiquei interessada acho que vou deixar está dica passar

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo. Em?
    Nunca vi algo a respeito desse livro, e o enredo não me chamou atenção.
    Hoje deixo a dica passar.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Não conhecia a obra, mas creio que me identificaria em partes.
    Principalmente, a relação paternal. Adorei a dica e a resenha!

    tenha uma ótima semana =D
    Fizemos algumas mudanças no Obsession Valley, e com isso mudamos o nome. Venha conhecer o Canto Cultzíneo!
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  6. Oiee Nay ^^
    Eu ainda não conhecia este livro, e acho que nem mesmo ao autor, mas gostei da obra. Principalmente do nome e da capa, devo confessar...haha' mas parece ser uma história bem real e surpreendente, e com muitas reflexões. Espero poder lê-lo um dia e gostar, assim como você :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Gostei da sua resenha, não conhecia o livro nem o autor, mas pela sua descrição ele não faz o meu estilo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Nay.

    Sua resenha mostra que o livro contém uma história muito boa para tiramos algum ensinamento. Gosto de ler livros dessa maneira e como sua dica é uma novidade, eu vou adicionar na minha lista.

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Oi Nay, sua linda, tudo bem?
    Eu já tive essa experiência com alguns livros. Você está envolvida no drama do personagem e de repente saiu do livro e está aplicando para seus próprios dramas. Gosto quando o livro nos desperta essa reflexão e podemos aprender com ele. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir