Bônus: Projeto Poetas Urbanos: Rodrigo Palauro

Oie pessoal! E como presente para vocês hoje trago esse post Bônus, do Projeto Poetas Urbanos! E com ele chagamos ao final do Projeto, dessa vez exatamente como eu tinha imaginado, um sucesso (modéstia a parte) e com conteúdos e posts de qualidade!

Espero sinceramente que vocês tenham gostado desse projeto tanto quanto eu amei montá-lo, aprendi muitas coisas durante esse ano e o final do ano passado, a principal delas é não poste por obrigação e sim por prazer e não persista no erro que no final você só vai quebrar a cara! 

Mas com muita dor no coração apresento hoje para vocês o Rodrigo, o último Poeta do projeto espero que gostem de conhecer um pouco mais sobre ele! =D

Rodrigo Palauro, gaúcho natural de Caxias do Sul e criador da frase mais linda do mundo: Ela é dela e nela o Amor prolifera.

Bem no inicio de nossa conversar perguntamos ao autor se ele teria algum recado para os leitores do RT, e ele não poderia ter nos surpreendido mais com a sua resposta:
“Sejam bem vindos ao mundo do Rodrigo Palauro. Peguem uma cerveja, sentem-se e fiquem à vontade.” 

























Durante nossa conversa, questionamos o Poeta desde quando ele escreve e por que:
“Pois então, escrevo desde criança não sei idade, mas já escrevia na época de escola, com certeza antes dos 13 e pelo motivo de que viver é complicado, muita coisa que leem por aí é um desabafo, outras são coisas que simplesmente saem da minha mente e muitas outras são besteiras.”
Perguntamos para ele também quais eram seus poetas/autores favoritos e nos fascinamos com a sua lista:

“Charles Bukowski, Manoel de Barros, Paulo Leminski, Ryane Leão, Pablo Neruda e Carlos Drummond de Andrade, são alguns dos poetas que eu gosto,” responde ele. 













Aproveitamos o embalo sobre os autores e perguntamos ao Rodrigo quais eram suas inspirações para escrever e novamente ele nos apanha de surpresa com a sua resposta:
“Entre uma palavra e outra existe um amor, uma conversa, um piscar de olhos, um sorriso, uma tristeza, uma cerveja ou muitas. É tudo muito louco, escrevo inspirado no mundo, no que vejo, no que sinto, acredito que todo escritor seja assim, uns mais e outros menos.” 
Perguntamos então se ele teria algum projeto físico ou virtual que envolvesse suas poesias:
“Tenho alguns projetos que busco levar mais amor para as pessoas, como os lambes que colo pela cidade no Projeto Poamese e o livreto que tem o mesmo nome”, responde ele e continua, “Na internet tenho as páginas Palavras Mais Rimas que foco mais nas coisas boas que escrevo, levando o que há de melhor em mim e a outra é o Lado B Da Minha Escrita, onde posto o que há de mais sujo na minha mente.” 







Questionamos ainda se ele teria algum livro seu publicado e Rodrigo nos responde: 
“Não tenho livro, nem sei se terei, escrevo por amor e não por dinheiro”
Curiosos questionamos o que seria o Livreto que ele cita do Projeto Poamese:
 “O livreto do ProjetoPoamese é a ideia de sair da internet e levar as poesias para as pessoas nas ruas, sem cobrar nada, largando em locais, dando nas mãos de algumas e seguir assim enquanto a grana deixar."
Não sei vocês, mas nós amamos descobrir mais sobre esse projeto então perguntamos para o autor como é essa sensação de distribuir e colar os poemas pela cidade:
“Colar os lambes é renovador, como vou sozinho é interessante sentir o medo e a felicidade ao mesmo tempo, a reação das pessoas sem entender nada, achando tudo estranho, outras nem dando bola. A melhor sensação que tem é deixar de viver só no virtual e passar a interagir com as pessoas no real,” responde ele, continuando logo em seguida,” Atingir um público diferente, receber reações diferentes, quase sempre de amor, é o que me deixa mais feliz. Esse feedback é incrível e o amor é recíproco,” completa ele.
E finalizamos nossa conversa com o Rodrigo, questionando se ele encontrava problemas na hora de escrever ou de se expressar e ele responde:
“Tento saber quando ser leve e quando ser pesado, muitas vezes passo do limite, tem vezes que a culpa é do álcool, mas na maioria das vezes é culpa minha mesmo, na verdade é sempre culpa minha."
Muito obrigada por terem acompanhado o projeto até aqui e quem não conseguiu ler todos os post no banner na sidebar do blog tem o link para o post principal onde vocês encontraram todos os posts com seus respectivos links!

Até o próximo post pessoal!

Bjss, Nay =D

16 comentários:

  1. Ola
    Adorei poder acompanhar o projeto, como já tinha mencionado em outros posts, e é sempre bom poder conferir mais um pouco. Obrigada por nos apresentar mais um pouco sobre o Rodrigo e desejo muito sucesso em sua trajetória.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Eu amo este projeto e realmente é maravilhoso!
    E terminou de uam fora melhor ainda.
    Foi muito bom acompanhar este projeto do início ao fim.me surpreend e ameiii e vou acompanhar todos os outros

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post, conseguiu concluir o projeto de maneira maravilhosa! Amei os poemas e as respostas do Rodrigo, adoro poesia e saber que ele está espalhando abertamente para todos na cidade é incrível, desejo muito sucesso e inspiração!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Naylane!

    Tudo bem? Achei o projeto maravilhoso, vi vários posts durante esses meses e cada um dos poetas apresentados são maravilhosos e claro que o Rodrigo Palauro também é.

    Assim como ele, sou apaixonada pelo Bukowski e Neruda e adorei as frases dele e acho muito legal essa iniciativa de colocar algumas das poesias nos posts na cidade, eu adoraria que isso acontecesse aqui onde moro mas só vejo anúncios mesmo :(

    Seu projeto foi maravilhoso e apresentou muitos novos talentos. Que todos eles tenham uma carreira de sucesso.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    É a primeira vez que estou vendo falar do projeto, mas já achei linda a forma de encerrar, conhecendo mais ainda do autor Rodrigo.
    Achei incrível isso de espalhar a poesia pela cidade, é tanto cartaz ruim por aí, que um poema é inspirador no meio de tanta poluição.

    ResponderExcluir
  6. Acredito que eu li a maioria dos posts do projeto, mas na dúvida, vou conferir se não perdi nenhum, porque eu amei isso aqui!!!
    Parabéns
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que coisa linda <3 eu não conhecia o projeto, mas já fiquei curiosa para ler os outros posts. Adorei e, sobre o Rodrigo, me identifiquei com a parte onde ele conta suas inspirações.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Gosto muito dessa sua coluna, e adorei conhecer o Rodrigo e as suas escritas, além de seus inspirações, que me identifiquei muito! Não tenho o costume de ver poetas assim em minha cidade, por se tratar de uma bem pequena, mas adoraria ver obras de arte assim pelas ruas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Escrevo por amor e não dinheiro! Esse cara tem o meu respeito! Já estou seguindo as redes sociais, amei!

    Adorei o projeto, super inovador! tenha muito orgulho Nay ! pois ficou realmente incrível, amei acompanhar cada novo poeta e suas poesias!

    Beijos
    Jess
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Esse é o primeiro que li do projeto, e achei simplesmente criativo e maravilhoso!
    Gostei muito da atitude do poeta em sair por ai deixando nas ruas os lambes, não por dinheiro, mas para tocar aquele que passa e tira alguns segundos de sua caminhada para ler aquele trecho de palavras que nos tocam breve e reflexivamente!
    Parabéns pela atitude do poeta, e a sua de nos apresentar aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Que pena que o projeto chegou ao fim. Eu pude acompanhar vários e conheci muita gente interessante. Adorei a resposta dele sobre suas inspirações, até ela foi um poema! Espero que ele tenha muito sucesso e vou torcer para você trazer uma postagem sobre ela vez ou outra.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. A blogsfera é um lugar tão mais feliz e cheio de amor quando postamos por prazer e não por obrigação <3 <3 <3
    Amei conhecer o Rodrigo. Amei as frases dele e com certeza vou fuçar o face atrás das páginas dele.
    Adorei a separação que ele fez entre seu lado "bom" e seu lado "ruim" nas páginas, onde traz poemas diferentes pra um público diferente. Apreciei também como ele faz parecer tão comum incluir um copo de cerveja em tudo, até na poesia haha.

    Uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bom?
    Adorei o post, pena ter pegado o projeto no fim. Gostei muito de conhecer o Rodrigo e adorei as respostas dele. Realmente ele tem um lindo projeto, com certeza toca muitas pessoas.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  14. Oiee Nay ^^
    Que demais o Rodrigo colar seus poemas pela cidade! Vi uma vez, em um ponto de ônibus daqui, a letra de uma música do Skank. Achei bem legal...haha'
    Ainda não conhecia o Rodrigo, mas eu adorei a poesia que está no post ♥
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Não conhecia o projeto, mas pelo que pude ler no seu post, parece ser bem interessante.Vou ler os posts anteriores para ficar por dentro.

    ResponderExcluir
  16. Cheguei bem no fim do projeto, então vou dar uma olhadinha nas outras postagens...
    Adorei a ideia, conhecer um pouquinho do Rodrigo e de suas palavras. Acho tão lindo espalhar poesia pela cidade... Ja acompanho postagens de dois outros autores que fazem isso, então ele entrou para a minha listinha de procurar saber mais e querer continuar acompanhando :)
    Parabéns ao Rodrigo pelo belo uso que faz das palavras e à vc por dividir isso com a gente!!!
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir