Homem-Aranha: De Volta ao Lar, De Volta às Telonas por Daniel Bydlowski no jornal A Tarde

Oie pessoal! Tudo bem com vocês?

Quem aqui já foi assistir ao novo Homem - Aranha? O que acharam? Me contem, eu em breve vou trazer a resenha do filme para vocês, mas enquanto isso fiquem com o Artigo do cineasta Daniel Bydlowski para o jornal A Tarde!  

Texto recebido em parceria com a LC Agência de Comunicações! =D





















“Com um grande poder, sempre deve haver uma grande responsabilidade.”

Quando parecia que nada superaria o entusiasmo que todos sentiram vendo Mulher Maravilha mês passado, Homem-Aranha, herói já bem conhecido das telonas, volta com estilo e cara nova. Interpretado por Tom Holland, não é a primeira vez que esta releitura do personagem foi introduzida.

Este novo e mais divertido Homem-Aranha, havia anteriormente aparecido no filme Capitão América: Guerra Civil em 2016, onde diferenças de opinião em relação ao papel do governo no controle de super-heróis culminou em uma guerra entre personagens do universo Marvel. No longa de 2016, o Homem-Aranha é introduzido pelo Homem de Ferro, interpretado por Robert Downey Jr., que dá ao herói não somente suas roupas, mas também o início de uma figura paterna que o tenta controlar. Esta figura dá um tom bastante diferente ao herói no filme que estreia este mês, e que originalmente – tanto nos quadrinhos como nos filmes anteriores – sofre por ter perdido seu amado tio Ben.

O personagem, criado pelo escritor Stan Lee e pelo artista Steve Ditko em 1962, é um jovem órfão que vive com o tios Ben e May na cidade de Nova York. Os problemas normais que qualquer adolescente nerd enfrenta no colegial ficam mais interessantes quando Peter Parker, o nome verdadeiro do herói, é picado por uma aranha radioativa, que o dá agilidade e força sobre-humana. Porém, não são seus superpoderes que tornam o Homem-Aranha um herói único, mas sim sua personalidade.

Sendo um adolescente muito inteligente, mas que se sente inadequado frente os seus colegas enquanto é rejeitado pelas garotas, Peter tinha tudo para ser apenas um ajudante de heróis, como por exemplo o personagem Robin, ajudante do mais experiente Batman. Porém, a ideia dos criadores era de que Peter crescesse no decorrer do tempo, evitando chama-lo de garoto, ou “Garoto-Aranha”, para que não parecesse inferior aos outros heróis.  

Embora não pareça que o Homem-Aranha do cinema se tornará adulto tão brevemente quanto os criadores idealizaram nos anos 60, o fato de Peter ser um adolescente é o que dá ao personagem sua característica mais única e importante. Para começar, o Homem-Aranha precisa aprender a ser herói por si próprio e aprender com seus próprios erros. 

Por exemplo, pouco tempo depois de ganhar superpoderes, Peter ignora a chance de parar um bandido. Porém, este mesmo bandido acaba tirando a vida de seu tio momentos depois. O sofrimento da perda e o sentimento de culpa ficam na memória do personagem, que aprende sua lição mais importante nas palavras de seu tio: “com um grande poder, sempre deve haver uma grande responsabilidade.”

A figura paterna do Homem de Ferro em Homem-Aranha: De Volta ao Lar muda o tom trágico de um herói sem pai que precisa aprender a ser adulto por si mesmo. Além disso, o fato de Peter receber muitos de seus equipamentos, inclusive sua roupa, deste personagem, diminui sua importância como um garoto inteligente que consegue desenvolver suas próprias engenhocas. Em outras palavras, diminui a importância de sua jornada para se tornar adulto. 

Porém, isto não faz com que o filme não seja um dos melhores do universo Marvel. Contando com cenas emocionantes e de tirar o fôlego, também é bastante divertido. Além disso, este é o primeiro filme que mostra um Homem-Aranha que é tão brincalhão em suas lutas quanto o personagem é nos quadrinhos. 

Como se isso já não bastasse, Homem-Aranha: De Volta ao Lar vem também com uma experiência interativa de realidade virtual, onde todos nós podemos experimentar como é ser o herói, e que estará disponível uma semana antes do filme para todos os equipamentos de VR.

Daniel Bydlowski é cineasta brasileiro com Masters of Fine Arts pela University of Southern California e doutorando na University of California, em Santa Barbara, nos Estados Unidos. É membro do Directors Guild of America. Trabalhou ao lado de grandes nomes da indústria cinematográfica como Mark Jonathan Harris e Marsha Kinder em projetos com temas sociais importantes. Atualmente, está produzindo NanoEden, primeiro longa em realidade virtual em 3D.

18 comentários:

  1. Ola
    Estou bem ansiosa para assistir ao filme, e é uma pena que ainda não conseguir ir ao cinema conferir. Já ouvi criticas bem positicas quanto a esse enredo e estou ansiosa para conferir a atuação dos novos atores. Imagino mesmo que seja mais divertido que os anteriores. Adorei poder conferir esse texto!
    beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi Nay, já assisti ao filme e cheguei a conclusão que é impossível agradar a todos e nenhum filme fica completo, parece que cada um foca mais em uma característica dos quadrinhos, mas mesmo assim curti esse novo aranha e a presença do Home de Ferro. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi.

    Ja pude assistir o filme e concessão que adorei. Estava um pouco receosa pelo filme, gostei muito do Especular Homem-Aranha, é estava querendo ver se esse seria melhor. Ainda prefiro o outro, porém, não tenho do que reclamar desse.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu assisti o filme ontem e devo dizer que amei. Eu assisti a todos as outras versões do Homem Aranha e essa foi a que eu mais gostei, porque o ator é o que mais me lembra um jovem em idade escolar, os outros eu acredito, que mesmo na época que fizeram o filme, pareceriam mais velhos. Eu achei o filme muito engraçado também e fiquei surpresa com muita coisa que eu não esperava que aconteceria. Não gostei muito da cena pós-crédito, achei interessante, mas sei lá... Estou ansiosa agora é pelo filme do Thor (amoooo)
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  5. Oiii,

    Eu ainda não assisti ao filme, mas realmente só tenho lido coisas maravilhosas sobre a adaptação e a proximidade do homem- aranha das telas com o dos HQ's e isso é realmente bom, porque dá aquela esperança de que a história vai fluir de maneira boa. Adorei a critica e poder conferir um pouquinho o que me espera quando eu finalmente for assistir.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi! Ainda não assisti ao filme, mas pretendo fazer isso assim que possível. Achei o texto bem interessante, e não tenho esse preconceito quanto a atuação do Tom, embora para mim o melhor Homem Aranha sempre será aquele interpretado pelo Tobey Macguire. Claro, que são situações diferentes, por isso preciso assistir para tirar minhas próprias conclusões. Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Ah, eu ainda não assisti. Mas sou fã do personagem e dos filmes da Marvel, então mesmo que nesse, ele tenha perdido um pouco sua característica por conta da figura paterna inserida, eu não dispenso a chance de conferir mais essa aventura.
    Beijos!!
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  8. oie!
    Eu fui assistir esse filme, mas não gostei muito.
    Tem partes ótimas, mas o começo do filme achei tão chatinho. Só na metade da história qe fiquei mais empolgada.
    Espero que eu goste mais do segundo filme.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Eu não assisti ao filme ainda e acredito que não assistirei no cinema. Essa jova roupagem adolescente me incomoda, e por mais que eu tenha achado o personagem divertido em Guerra Civil não sei se terei paciência para um filme inteiro. Acho que me acostumei em ver o personagem sendo interpretado por atores adultos... mas vamos ver, posso curtir... quem sabe?

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Eu não me senti atraída por esse filme, vi que parece que mudaram algumas coisas só enredo base do Homem Aranha. Gostei bastante do artigo e até às ressalvas. Vi várias pessoas que assistiram fazendo comparação inclusive disse que a voz dele está com aparência até de ser irmã de tão nova. Meu amigo é mega fã do Homem aranha e eu falei que só assistiria depois da opinião dele. Ele disse que para quem não entende muito e não é fã é um filme até bom, mas para quem gosta mesmo o filme deixou muito a desejar. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Eu nunca gostei dos filmes do Homem-Aranha, sempre o considerei o herói mais chato. No entanto, quando vi a participação de Tom Holand em Guerra Civil fiquei muito curiosa para assistir o filme solo do novo Homem-Aranha e não me decepcionei. Nunca imaginei que pudesse me divertir tanto assistir um filme do Homem-Aranha.
    Gostei muito da crítica do cineasta de que o filme diminui a jornada do Peter para se tornar um adulto. Na verdade, acredito que este é o filme que mais apresenta o amadurecimento do personagem, até por ser o primeiro a retratá-lo realmente como um adolescente.
    Enfim, pela primeira vez na vida eu adorei um filme do Homem-Aranha e espero que você também tenha curtido. Vou querer ler sua resenha depois.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá!!

    Eu também já assisti ao filme, vi no dia da estreia mesmo. Devo dizer que amei muito tudo o que vi. Acho que esse é o primeiro filme que demonstra todas dificuldades de se iniciar uma vida de herói. Vemos um Peter Parker preocupado com a criminalidade da sua cidade, mas ao mesmo tempo tendo que lidar com as tarefas de casa, com as notas da escolhas e com as inúmeras atividades extracurriculares que a escola impõe. Mas o que eu gostei mesmo, além da diversão que é esse personagem, foi o fato de ter mostrando o quanto se é dificil lidar com tudo isso quando se tem 15 anos. Geralmente os filmes de heróis já mostram o Herói se dando super bem, conseguindo lidar com tudo numa boa, mas com esse filme não. Peter errou, se deu mal, perdeu o uniforme, quis tirar vantagem dele...Ou seja, um herói que solta teias e escala paredes, mas que é mais humano do que qualquer outra coisa. Amei o filme.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  13. Oi
    Gosto de Homem-aranha e estou curiosa para ver esse filme.
    Confesso que não tenho muito poder crítico em relação as produções, já que não sou muito ligada ao universo de HQ´s, mas só em saber que é divertido e cativante, já me deixam empolgada.
    Adorei ler sua crítica.
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  14. Olá Nay,
    Eu adoro super heróis, mas não gosto do Homem-Aranha. É um herói que não me convence, não sei. Entretanto, achei suas impressões sobre o filme bastante boas e fiquei intrigada para saber como as coisas se desenrolam e como fizeram essa desconstrução que parece existir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Confesso que ando beem saturada de super heróis, então acredito que não seria um filme para mim no momento. O último que realmente gostei (e nos últimos anos foi o melhor também) foi o filme da Mulher Maravilha e em grande parte pelo que representa para nós mulheres rs
    Enfim! Anotei a sugestão do filme, mas por hora não vou conferir.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá!!
    Já acompanhei todos os filmes que já fizeram de o Homem Aranha,ainda não vi esse e sinceramente não me motivei a ver esse...apesar de a história te prender é sempre o mesmo do mesmo o que acabou me desmotivando,mas não descarto de futuramente assistir a esse filme! Esperarei sua resenha :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2017/07/resenha-quando-noite-cai-carina-rissi.html#comment-form

    ResponderExcluir
  17. Oi,
    já fui mais assídua aos longas protagonizados por hérois, mas atualmente ando bem desligada e desmotivada a acompanhá-los, esse inclusive sequer sabia do lançamento até ele estar de fato no cinema. Talvez eu venha a dar uma chance em um futuro distante, mas por hora não tenho interesse nenhum mesmo, essa nova roupagem mais juvenil também não é um ponto que me atraia.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu ainda não consegui assistir a esse filme, mas eu estou morrendo de vontade. É legal saber que finalmente fizeram uma adaptação bem próxima aos quadrinhos, e traz esse lado mais humorístico da personagem. Adorei poder conferir as suas considerações sobre o filme!
    Beijos.

    ResponderExcluir