Palavras de Rua

Título: Palavras de Rua
Páginas: 186
Autor: Felipe Saraiça (cortesia do mesmo)
Ano: 2016
Editora: Pendragon
Adicionem: Skoob
Comprem: Amazon
Sinopse: João saiu de casa ainda adolescente. Fugiu sem se despedir e sem muita coisa na mochila. Deixou para trás suas poucas lembranças, mas levou as marcas do passado e dos golpes que ainda doíam. Partiu sem rumo ou direção. Seguiu por ruas e estradas desconhecidas, até que seu corpo ficou exausto e teve que parar. Ali, dormiu olhando as estrelas em cama de concreto e cobertor de papelão. Acordou outro alguém; morador de rua, sem história, marginal. Tornou-se invisível. Passou a estender a mão e pedir moedas, mas receber em troca chicletes mastigados e olhares de desprezo. Porém, entre rostos desconhecidos e olhares vazios, ele também encontrou a bondade e abrigo daqueles que nada tem.



Oie pessoal! Tudo bem com vocês?

Sei que ando meio sumida, mas vou compensar vocês até porque tem muita resenha vindo por ai e post sobre eventos que participei então não percam e fiquem de olho!

Acredito que vocês se lembram do Felipe Saraiça, ele participou do Projeto Poetas Urbanos aqui do blog e hoje trago a resenha do livro dele.

Sabem quando uma obra tem poucas páginas, mas consegue lhe tocar no fundo da alma, pois é Palavras de Rua faz isso com nós.

A obra é completamente fora da minha zona de conforto, todos sabem como amo uma boa fantasia ou suspense, entretanto de vez em quando saio fora dessa linha e pego algo mais real, mais humano.

Palavras de Rua nos conta a história de João, um ser humano como todos nós, mas que infelizmente achou abrigo muito cedo nas ruas, ele nos mostra por meio do seu cotidiano por assim dizer a violência, até onde as pessoas são capazes de chegar para sobreviver e principalmente aquilo que sempre me deixa muito triste: como o ser humano usa o outro para os seus próprios fins.

Mas também nos apresenta aquele outro lado do ser humano: carinhoso, que vê a bondade onde não se há mais esperança e a fé do dia a dia, de que as coisas ficarão melhor para todos.

Enquanto realizamos a leitura dessa obra e acompanhamos nosso personagem principal, muitas vezes nos pegando pesando que temos tudo e não damos valor, que reclamamos de nossas vidas, mas que por ai tem muitos em situações piores.

O autor conseguiu criar personagens cativantes, mesmo aqueles que aparecem muito pouco, nos fazendo querer conhece-los mais a fundo, nos mostra o dia a dia deles, pessoas que para nós são invisíveis mas que longe de nossos olhos tem suas vidas, suas perdas e principalmente suas histórias.

Tenho certeza que não é de hoje que nos perguntamos o porque daquelas pessoas viverem nas ruas, o porque delas terem ido parar lá e acima de tudo porque elas não saem das ruas, porque não "tentam recomeçar suas vidas longe de lá."

Este livro foi uma leitura de extrema importância para todos, a cada página, capítulo - que por sinal são bem curtinhos, tornando a leitura mais rápida ainda - e poesia, onde o autor demonstra sua sensibilidade ao nos contar a história do João e de todos que o personagem encontra em sua jornada, de parar minutos do seu tempo para escrever uma história que só tem a agregar em nossas vidas.

Que nos faz melhorar como ser humanos e principalmente que nos faz diminuir o ritmo de nosso dia a dia para analisarmos mais de perto a vida dos outros, de tentarmos conhecer a história deles antes mesmo de os julgarmos.

Mas o mais curioso dessa obra é que, sua inspiração veio de uma história real, de uma senhora que o autor encontrou na rua e a partir dai criou o personagem e a história central da obra.

Sei que com certeza, a vida das pessoas que vivem na rua é bem mais complicada do que encontramos nesta história, que muitos não tiveram outra opção e que muito outros encontram uma maneira de sair das ruas e recomeçar.

Entretanto uma obra como Palavras de Rua, nos faz refletir sobre tudo, nos faz parar para prestar atenção ao próximo, mas mais ainda desperta sentimentos durante a leitura que muito poucos livros são capazes de desperta-los.

Eu amei acompanhar a jornada do João, de conhece-lo melhor, tanto a ele quanto a escrita do autor, que é leve, muito bem desenvolvida e principalmente sua narrativa que nos conquista já na primeira página da obra.

Espero muito em breve realizar a leitura de outras obras e histórias do autor e com toda a certeza pararei uns minutos da minha vida a partir de agora para pesquisar e conhecer muito mais dessas pessoas que mutias vezes passam despercebidas de nós!

Quem já realizou a leitura desse livro me contem o que acharam, se tem alguém que trabalha de perto com pessoas moradoras de rua trago seu relato também aqui para nós que amaremos ler!

Fiquem de olho que em breve tem mais!

Até a próxima galera,

Bjs, Nay =D

32 comentários:

  1. Ola
    Legal poder conferir sua resenha, eu ja tinha lido a respeito dele mesmo e fiquei curiosa. Também gostaria de acompanhar a jornada do João. Acho otimo que sua inspiração tenha sido de uma história real, garante mais emoção no enredo.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Não conhecia o livro mas fiquei bastante curiosa com a leitura parece ser um livro bem emocionante e realista de ser lido, anotei a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Bom dia!
    Obras que nos fazem refletir e enxergar a realidade são muito bem-vindas, principalmente quando não estamos na nossa zona de conforto.
    Com certeza o livro deve ser bem triste em algumas partes, acho que não estou num momento muito bom para livros assim hahaha.
    Gostei de saber que a história é inspirada em alguém real.
    Abraços.

    Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Adoro livros que nos tiram da zona de conforto. Com certeza nos provocam e nos fazem refletir.
    Gostei das suas impressões. Essa história parece oscilar muito, com momentos mais intensos e outro não tanto. E essa questão humanista é algo interessante trazido para o livro.
    Legal saber que a inspiração é numa situação real.
    Adorei a resenha
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Oiii tudo bem?
    Eu gosto muito desse tipo de livro, com toda certeza seria uma ótima pedida, além disso gostei de ver que a obra nos reflete uma realidade que muitas pessoas que vivem na rua sofrem atualmente, ótima resenha e dica anotada.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Oi, Nay! Ainda não conhecia essa obra, gostei muito da premissa. Ele parece ser mais triste e reflexivo. Acho que é daqueles livros que a gente tem que estar bem na vibe pra ler.
    Bjs!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Oi linda,

    Adoro livros mais urbanos que combinam com o atual conceito de Arte Contemporânea que permeia a Academia e as ruas e esse parece ser sensível e visceral.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá
    O livro parece bem bonito, bem sensível, mas acho que não estou em um bom momento para a leitura, a história me pareceu bem triste e eu ando deprimida ultimamente e estou precisando de histórias mais leves, mas com certeza vou guardar o livro com carinho para um momento mais propício.

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Nossa, bem real essa história! Não sei se leria no momento, mas é muito interessante, e os capítulos serem curtos é um atrativo à parte, já que gosto disso nos livros.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia a obra, mas foi muto legal conhecer um pouco dela através de sua resenha. A história me parece muito boa, e por ser uma leitura rápida, me deixou bastante interessada e curiosa.
    Vou anotar a dica.

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Aah, que resenha incrível. Muito obrigado pelas palavras e parceria. Esse livro é muito importante em minha vida e, quando o escrevi, tinha a intenção de fazer com que os leitores observassem melhor esse cotidiano, então, quando li suas impressões, me senti no caminho certo. Muito obrigado

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? O livro também seria bem fora da minha zona de conforto, e gostei bastante da sua resenha, me instigando a conhecê-lo melhor! Gostei de saber que inspirado em um fato real, dando mais veracidade a tudo que acontece. Dica anotada!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá! Achei muito legal a sua resenha e fiquei super curiosa pela leitura! Meu irmão trabalha em uma associação que faz o maior trabalho de acolhimento de pessoas em situação de rua aqui em Belo Horizonte e sempre me conta muitas histórias que os assistentes sociais e voluntários ficam sabendo na convivência com pessoas nessa situação. Algumas são realmente inspiradoras! Fico feliz que o livro trate de uma história real e, principalmente, que tenha lhe despertado um novo olhar para essas pessoas.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bom?
    Gostei dessa resenha demais! Também adoro fantasia ee quase nunca leio algo assim, pois procuro "fugir" dessa realidade quando realizo leituras. Gosto de pensar que encontro mundos onde esse tipo de coisa não acontece :/ Mas é importantíssimo ler e se informar sobre!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Naylane!
    Pela sua resenha deu para perceber que a trama de Palavras de Rua é bem forte, né? (no sentido de trazer várias relfexões) A situação das pessoas que vivem nas ruas é realmente bastante complicada e acho muito importante não fecharmos os olhos para essa realidade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Adoro histórias assim que nos levam a refletir, e ainda traz uma linda trama. Ainda não conhecia o livro, mas já percebi que será uma leitura bem emocionante. ADorei a sua dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Não conhecia o livro, mas amo histórias que nos fazem refletir. Adorei a resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  18. Oiii!!!

    Eu não conhecia o livro e sua resenha me deixou bem curiosa para acompanhar a história.
    Gostei de saber dos temas propostos pelo autor e espero ler em breve.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Olá...
    Adorei conferir sua resenha!
    Ainda não conhecia a obra nem o autor, mas, gostei demais de suas impressões... Achei o tema bastante intenso e creio que é uma obra que nos faz refletir.
    Dica anotada <3
    Bjo

    ResponderExcluir
  20. Olá Nay,
    Ainda não conhecia esse título, nem o autor, mas fiquei intrigada com a premissa dele, pois parece ser uma leitura encantadora e, principalmente, reflexiva. Acho muito bacana um livro fazer o leitor prestar mais atenção no próximo, isso falta muito em nossa vida.
    Vou anotar a dica.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  21. Oie, tudo bem? A capa é realmente maravilhosa! E adorei conhecer esse livro por aqui, é a primeira resenha dele que leio e você conseguiu me deixar bem interessada na leitura!! Espero ter a oportunidade de ler e gostar bastante também :D ótima resenha!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Heiii, tudo bem?
    Oh que livro diferente.
    Nosa, para mim tb sairia completamente da zona de leitura que geralmente faço.
    Pelo visto, o livro é daqueles que deixam a gente chocado, mas tb é bom de ler para conhecer mais.
    Acho que a ideia dele de olhar o proximo ja chama atenção e a gente começa a fazer varias reflexoes.
    Otima dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  23. Oi, Nay!
    A Me pareceu uma leitura que me agradaria, mas assim como você ela está bem distante da minha zona de conforto. Não conhecia o livro e a premissa traz um tema bem reflexivo. Dica anotada!

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  24. Oi, amei saber que esse livro é baseado em uma história real, e fiquei querendo lê-lo, pois certamente é bem tocante e é o tipo de leitura que gosto, cheia de profundidade e ensinamentos. Uma pena ser curtinho, com certeza eu sentiria falta de mais páginas.

    ResponderExcluir
  25. Oi!
    As vezes é ótimo sair da zona de conforto e ler algo mais real e que acontece com muitas pessoas no nosso país.
    Pelo jeito o livro mesmo com poucas páginas consegue ganhar o leitor de um jeito muito real e especial.
    Com certeza farei essa leitura se tiver oportunidade

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Eu não conhecia o livro e se fosse ver ele em alguma livraria confesso que não o leria, mas depois de ler a sua resenha fiquei bem curiosa para conhecer a escrita do autor e a história sofrida dessa personagem.
    Amei a sua resenha e vou anotar a sua dica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  27. Não conhecia esse livro, pela sua resenha, me pareceu muito bom. Vou me informar mais sobre o autor e a obra... Adoro quando aparecem achados assim!

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    É maravilhoso quando saímos da nossa zona de conforto e nos deparamos com obras que tocam a gente, né?
    Esse livro me lembrou muito um que li recentemente: Trash. É uma história sobre garotos do lixão. Que assim como moradores de rua são invisíveis. Eu amei Trash, então acredito que irei gostar muito de Palavras de rua. O fato de ser inspirado em uma história real me deixou mais ávida para lê-lo.
    Abs e parabéns pela resenha ^^

    ResponderExcluir
  29. Olá, moça! Tudo bem?
    Eu li um livro parecido, "O limpador de quintais". Pude notar duas coisas em comum: os dois são nacionais, e os dois falam de pessoas que quiseram/tiveram que ir morar na rua. Porém, Palavras de Rua parece ser bem mais pesado - não no sentido de leitura, mas dá história. Muito legal, gostei bastante. Tua resenha tbm tá Aaaaaaa bem escrita, como sempre né kkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  30. Oi Nay!

    Adorei a proposta dessa obra, a capa então divina! Irei procurar saber mais sobre essa história para no futuro quem sabe realizar a leitura dela!

    ResponderExcluir
  31. Olá Nay!
    O livro parece ser bem visceral, e adorei sua resenha e saber que ele tocou fundo na sua alma! <3
    Apesar disso, eu realmente passo longe de livros assim. Geralmente leio pra me distrair ou ter um bom momento, pois a realidade já me oprime bastante, rs.
    Parabéns pela bela resenha!
    Bjos,

    https://umdiamelivroblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  32. Olá, como vai?
    Sempre é bom fugirmos da nossa zona de conforto e buscarmos novos tipos de leitura. Também sou um bom apaixonado por fantasia, mas de vez em quando procuro algo mais real e palpável. Gostei de como o autor buscou trazer o cotidiano das ruas para as páginas do livro e com toda certeza vou bu7sca-lo para ler.

    ResponderExcluir